[ad_1]

Espaço para mostrar, refletir e repensar o teatro para crianças

 

A Cia. do Abração promove entre os dias 30 de outubro a 3 de novembro o FESTIVAL DE TEATRO PARA CRIANÇAS DE CURITIBA – PEQUENO GRANDE ENCONTRO – X EDIÇÃO, patrocinado pelo Ministério da Cidadania e empresa COPEL, com a parceria do Teatro Guaíra e da ATINJ/PR – (Associação de Teatro para Infância e Juventude do Estado do Paraná). O evento é uma oportunidade de compartilhar a produção teatral de companhias paranaenses, direcionada ao público de todas as idades.

As apresentações acontecerão no Teatro José Maria Santos, entre os dias 30 de outubro a 3 de novembro de 2019, e contará com 09 apresentações, de 05 espetáculos de várias companhias.

A solenidade de abertura do evento será no dia 30 de outubro às 19h30, no Teatro José Maria Santos e contará com apresentação gratuita e aberta ao público do espetáculo Kartas de Uma Boneka Viajante, da Cia do Abração. Na ocasião, será feita a entrega do Troféu Simão Cunha, jovem ator da Cia. Do Abração, falecido este ano, o qual é o homenageado desta EDIÇÃOAlém do troféu, também haverá uma exposição de fotografias intitulada “Simão” sobre este grande artista, organizada pela fotógrafa Isabelle Soares Neri Vicentini.

A diretora da Cia. do Abração Letícia Guimarães comenta que o evento pretende voltar atenções ao teatro feito para crianças. “É uma oportunidade de propor a criação de um novo espaço, onde se possa mostrar, refletir e repensar esta linguagem, mantendo uma pesquisa contínua sobre este ramo do fazer teatral; disseminando novos pensadores, fazedores e pesquisadores sobre o teatro direcionado à criança, bem como para renovar e fortalecer a formação de platéia deste segmento”.

O evento proporciona ao público de escolas públicas o acesso gratuito às apresentações. Neste aspecto, o teatro surge como fator de integração social, possibilitando às crianças, que muitas vezes nunca assistiram uma peça de teatro, um outro olhar ou até uma possibilidade de ver e rever a própria infância com mais sensibilidade.

Dentre a programação prevista, a mostra de espetáculos terá 100% de ingressos gratuitos, revertendo à população produtos culturais de qualidade.

Esta DÉCIMA EDIÇÃO tem o patrocínio da COPEL, através da Lei Rouanet e o apoio do TEATRO GUAIRA.

Pensar a Arte

O Pequeno Grande Encontro de Teatro Para Crianças de Todas as Idades – Espaço para Mostrar, Refletir e Repensar o Teatro para Crianças, agora na proposta de sua DÉCIMA EDIÇÃO, tem a finalidade de promover a qualidade artística desenvolvida pelos grupos teatrais que se dedicam ao fazer teatral dirigido a crianças de todas as idades, através de apresentações teatraisproporcionando intercâmbio das pesquisas em novas dramaturgias dirigidas a este público.

O evento marca a participação da ATINJ PARANÁ – Associação de Teatro para Infância e Juventude do Paraná e traz como público alvo crianças, artistas, arte-educadores, estudantes de teatro e pedagogos, que juntos refletirão sobre a necessidade de se pensar e produzir um teatro de qualidade para um público tão especial.

 

APRESENTAÇÕES

 

DATA: De 30/10 a 03/11/2019– de quarta a domingo.

HORÁRIOS: De Terça a Sexta:- APRESENTAÇÕES DIRIGIDAS A ESCOLAS

Sábado e domingo: às 16h – Apresentações abertas ao público

LOCAL: Teatro José Maria Santos – Rua Treze de Maio, 655 – São Francisco, Curitiba – PR, 80510-030 Fone: (041) 3324-8208

 

COMPANHIAS PARTICIPANTES

 

COMPANHIA DO ABRAÇÃO – CURITIBA: A Cia do Abração é um espaço de arte e cultura, fundado em 2001, por Letícia Guimarães e tem como proposta principal a pesquisa e produção teatral para todas as idades, embasados em dramaturgia própria e difundidas como espetáculos de repertório. Sua proposta estética está alicerçada na fusão de linguagens artísticas elaborada em investigações advindas de processos colaborativos. Além da dança e das artes visuais, trabalha e investiga as técnicas de manipulação de objetos, mímica, produção sonora e conhecimentos da antropologia.

CIA. CIRCO TEATRO SEM LONA – MARINGÁ/PR: Circo Teatro Sem Lona, existe desde 1996, quando foi criada depois de várias oficinas circenses de acrobacia, malabares, trapézio, mágicas, estudos sobre a figura do palhaço na Oficina de Teatro UEM, então sentimos a necessidade de produzir um espetáculo utilizando as técnicas e habilidades apreendidas. Assim sendo por iniciativa de Ochôa, encaminhamos um projeto de Lei Municipal de Incentivo à Cultura para uma pesquisa de investigação teatral e circense, que depois de três anos de estudos, laboratórios  e práticas resultou em um espetáculo de circo teatro que chamamos de  “O Amor de Peri e Ceci- ”, inspirado na obra de José de Alencar, “ O Guarani” resultando numa encenação irreverente, dinâmico, satírico e musical, apoiado na linguagem simples e popular, como meio de atingir o publico eclético.

CIA. TEATRO REGINA VOGUE

A Companhia de Teatro Regina Vogue abrange toda a complexidade de ideias, iniciativas e equipes que movimentam, criam, montam, pesquisam e produzem peças teatrais, abrangendo o Espaço Teatro Regina Vogue, a Regina Vogue Produções, a MESSE Produções Artísticas e o CENTEC – Centro de Estudos de Teatro para Crianças.

Desde seu início, há 22 anos, a Cia. de Teatro Regina Vogue já produziu mais de 40 espetáculos, sempre primando pela qualidade e pertinência dos temas por eles abordados. O CENTEC visa à investigação e ampliação das linguagens utilizadas no teatro para crianças.

RESUMO DOS ESPETÁCULOS DO FESTIVAL

 

KARTAS DE UMA BONEKA VIAJANTE – DIA 30/10, quarta feira, às 10:30h, 14:30h e 20:00h

 

Sinopse – O espetáculo narra o encontro de um desiludido escritor, com uma criança que chora por que perdeu sua boneca. Para alegra-la, inventa uma história dizendo que a boneca não havia se perdido, que estava apenas viajando. Resolve, então, criar cartas imaginárias escritas pela boneca, endereçadas à menina, contando sobre as aventuras em suas viagens, transformando-se, assim, em um carteiro de bonecas viajantes. Tal inusitada situação teria acontecido com o escritor Franz Kafka, um ano antes de sua morte, segundo relatos de sua companheira Dora Dymant. Tais cartas nunca foram encontradas, mas constituem um dos mistérios mais belos da narrativa do século XX e nos motivaram a imaginá-las e recriá-las, através desta proposta cênica.

Duração: 50min

Classificação – Livre

 

SOBREVOAR – DIA 31/10, quinta-feira, às 10:30h e 14:30h

 

Sinopse “SobreVoar” – Santos Dumont para crianças de todas as idades – mostra Santos Dumont criança, na figura do menino Albertinho Dumundo. Ele, como tantas outras crianças, é apresentado como um menino que vive numa dimensão de sonhos, onde os desafios e os obstáculos são vencidos após inúmeras tentativas, quedas e muita coragem para recomeçar e persistir para a realização de seu sonho de voar. Compartilhar todo o universo inventivo de suas tentativas e realizações aeronáuticas, enxergando Dumont como uma criança universal e atemporal, faz de suas quedas alavancas para alçar voos mais altos.

Por meio deste tema, a Cia do Abração pretende estimular a crença nos sonhos, como um caminho possível ao êxito, percorrido através do inusitado, do incomum. Assim, aproximar-se do universo de Santos Dumont, para entendê-lo e difundi-lo, desmistificando o gênio, apresentando-o como um ser humano sensível e criativo, capaz de transcender fronteiras, e nos emocionar com seu ideal.

Duração: 50min

Classificação – Livre

 

O TRENZINHO DO CAIPIRA – DIA: 01/11, sexta feira às 10:30h e às 14:30h

Sinopse – No espetáculo, sete personagens, de diferentes regiões do Brasil, simultaneamente, recebem uma misteriosa carta de Villa Lobos, convidando-os para uma viagem de trem. Encontram-se, por obra do destino ou da carta que receberam, na estação de trem e constatam que acabam de perdê-lo. Este fato provoca uma instabilidade e um questionamento em cada um sobre o sentido de estarem ali. O sentido da viagem, o sentido do trem. O sentido da própria vida. Ao se conhecerem, percebem suas necessidades e desejos comuns e decidem, então, construir o seu próprio trem.

Ao final, com várias informações obtidas sobre a obra de Villa Lobos e muitos ensinamentos para suas próprias vidas, juntos, nossos brasileiros conseguem construir seu próprio trem.  Neste instante, decifram a missão contida na misteriosa carta enviada por Villa Lobos e que lhes dá motivação suficiente para iniciar sua grande viagem. O final desta viagem? Cada espectador poderá concluir qual o sentido este trem tomará…

Ficha técnica

Duração: 50min

Classificação – Livre

 

ROCK PARA PEQUENOS – DIA: 02/11, SÁBADO às 16h

Cia. Regina Vogue Produções

 

Sinopse – “Rock para pequenos” é uma viagem pelo fantástico asteroide chamado Rock n’ roll através do olhar de Joca, um conhecido rock star que se desprendeu de sua criança interior – E é tentando se livrar de vez desse seu lado criança, que Joca se encontra com uma fada chamada Fred Mercury, com a contadora de histórias Janis Joplin e com outras versões lúdicas de figuras clássicas do mundo do rock, recuperando assim a capacidade de imaginar. Rock para pequenos é um musical para crianças de todas as idades, e para todos que desejam resgatar seu lado “criança hardcore”.

Duração: 50min

Classificação – Livre

BRANCA DE NEVE – DIA: 03/11/19, DOMINGO às 16h

Cia Circo Teatro Sem Lona – Maringá/PR

Sinopse – O Espetáculo é uma criação de Pedro Ochôa que também assina a Direção a partir do original dos Irmãos Grimm.  O espetáculo foi estruturado em estudos e pesquisas fundamentadas na cultura popular brasileira, tomando como referência o conto de Câmara Cascudo “A Menina Que Foi Enterrada Viva’’, e estudos da psicologia sobre o complexo de Branca De Neve.  Nossa dramaturgia critica e aponta afirmações machistas no clássico, e, que na contemporaneidade de uma obra teatral, em nossa opinião, tem a obrigação de contextualizar e chamar a atenção para a atualidade, onde lutamos contra a discriminação e preconceitos. A nossa história é o caminho tomado por quatro palhaços que propõe contar o clássico infantil, mas três dos quatro palhaços  discordam do clássico original para a atualidade, então propõe mudanças na encenação que não seguem a mesma história do livro original, utilizando músicas e personagens da nossa cultura popular brasileira,  assumem como protagonistas da história Maria Bonita e Zé Belo, escolhidos pelos palhaços, ao invés de Branca de Neve e o Príncipe, assim como outros personagens,  a madrasta, por exemplo, e a perseguição famigerada a menina, movido pela inveja é assumida por outro personagem da cultura popular, inspirado em Câmara Cascudo.  Os anões são substituídos, pelos palhaços levando e consideração a síndrome de Branca de Neve, e quem assume é o Gigante Do Fundo Do Poço, que contribui para trazer à tona elementos da cultura popular por meio e cantigas e brincadeiras.

Duração: 50min

Classificação – Livre

HOMENAGEADO

Simão Cunha – Ator, diretor e arte educador, com especial atenção ao teatro para crianças, que teve sua vida ceifada em janeiro de 2019 e obteve parte de sua formação no Teatro Infantil durante 10 anos na Cia. Do Abração (2007 a 2018). Simão estava fazendo Mestrado em Teatro Infantil na Universidade Federal da Bahia e era um reconhecido artista e pesquisador deste segmento, que se dedicou na arte do nosso Estado e em Estados do Nordeste, com sua Companhia Mororó. Seu legado é de inestimável valor. Reconhecê-lo é também ajudar a cunhar a nossa história e importância do Teatro Infantil.

CONTATO:

CIA. DO ABRAÇÃO

3362-9595 – 3362-9438

Rua Paulo Ildefonso Assumpção, 725

[email protected]

www.ciadoabracao.com.br

[ad_2]

Source link

SHARE