Cervejas encorpadas do drive thru Pega & Vaza da Bodebrown

Cervejas encorpadas do drive thru Pega & Vaza da Bodebrown

Aproveitando que o friozinho resolveu dar as caras, a Bodebrown escalou para a linha de frente do seu Growler Day Pega & Vaza, neste final de semana, cervejas encorpadas. Entre os destaques, estão uma novidade, a Hair of The Bode  Wild Millésime 2018, envelhecida por dois anos. Funcionando como um drive thru de cerveja artesanal, o evento acontece na quinta (20/8) e sexta-feira, das 14h às 19h, e no sábado das 10h às 16h.

Todas as cervejas são vendias em growlers plásticos. A Hair of The Bode Wild Millésime 2018 e a Grapes Stout estão disponíveis em embalagens de um litro, ao preço de R$ 35. Mais cinco rótulos da Bodebrown também estarão disponíveis no evento: Cacau IPA, Trooper Brasil IPA, Perigosa IPA, Mago de Houblon e Curitiba Pale Ale. Estas estão disponíveis em growlers de dois litros, ao preço de R$ 55.

A estrutura montada permite que os clientes comprem os produtos sem sair do veículo, numa medida de prevenção à Covid-19.

Confira a lista de cervejas desta edição:

Hair Of The Bode Wild Millésime 2018 – A receita original é uma parceria com a cervejaria norte-americana Hair Of The Dog, da cidade de Portland (Oregon), especializada em vintage e strong Ales. Já a Hair Of The Bode Wild Millésime 2018 foi envelhecida em barricas de carvalho francês que foram utilizadas previamente por vinho e por cerveja. Inicialmente, elas receberam vinhos da uva Carmenere. Depois, a cerveja Bodebrown Double Perigosa 18%. Por fim, foi a vez desta versão da Hair Of the Bode Wild passar ali 24 meses.

Depois desta jornada, a nova cerveja incorporou qualidades que remetem ao vinho, com características mais licorosos, ideal para o inverno e – porque não? – até muita neve. Com teor alcoólico de 11,7%, é uma produção bem maltada, com notas de uvas passas, ameixas e dulçor típico de seu estilo. Além disso, traz  toques provenientes do envelhecimento e muita complexidade.

Recebeu prêmios como as Medalhas de Ouro do Festival Brasileiro da Cerveja e do Mondial de La Biére, além de prata na South Beer Cup. Grapes Stout – Esta cerveja representa um dos passos mais ousados – e saborosos – da Bodebrown na sua aproximação com o universo dos vinhos. A receita leva mosto das uvas tannat, cabernet franc e petit verdot, fermentadas com a levedura cervejeira. Ela foi inspirada no vinho tinto Bodebrown Gran Reserva One Millésime 2017, que em breve será lançado. A fórmula base foi elaborada a partir da releitura do clássico estilo Dry-Stout irlandês, com um bled que traz 17% de mosto de uvas e 83% de cerveja. Na boca, tem paladar seco, com notas de pão torrado, além de taninos equilibrados, com 6,1% de álcool.

Stone /Bodebrown Cacau IPA – A criação foi feita em parceria por Samuel Cavalcanti, cervejeiro da Bodebrown, e o norte-americano Greg Koch, da Stone Brewing. A adição de nibs de cacau ‘confere a característica principal da Cacau IPA, uma das primeiras parcerias da Bodebrown. Ela tem 6,1% de teor alcoólico e toques cítricos e de caramelo. No aspecto visual, uma marcante cor cobre.

Trooper Brasil IPA – Criada pela Bodebrown em parceria com a banda Iron Maide, a Trooper Brasil IPA foi desenvolvida durante dois anos de intenso trabalho. Uma identidade brasileira foi o ponto de partida para a receita, que leva nibs de cacau e blend de lúpulos com notas de frutas tropicais. É uma cerveja de baixo amargor e suave sabor de malte, com 5% de teor alcoólico e notas de cacau, manga e chocolate branco.

Perigosa Imperial IPA – Premiadíssima, ela foi pioneira do estilo Imperial IPA no Brasil, tendo sido lançada em 2010. O sabor revela seus 9,2% de teor alcoólico e alto amargor, enquanto a coloração traz tons de cobre e os aromas, por sua vez, remetem aos cítricos dos lúpulos, lembrando maracujá e goiaba. Além do Mondial de La Bière, conquistou outros importantes prêmios nacionais e internacionais.

Mago de Houblon Juice IPA – Uma homenagem ao lendário mago protetor das plantações de lúpulo, esta cerveja traz na composição os lúpulos Amarillo, Citra e Simcoe e a lupulina Mosaic, além dos maltes Pilsen, Munich, Carapils e malte de trigo. Com médio amargor, tem toque refrescante e 6,1% de teor alcoólico. É uma American IPA de cor amarelo ouro e aroma marcado por frutas cítricas. Trata-se de uma cerveja refrescante, que pode ser degustada a qualquer hora do dia e também acompanhando diversos tipos de pratos.

Curitiba Pale Ale – Trata-se de uma criação colaborativa em parceria com a cervejaria inglesa Adnans. Foi desenvolvida exclusivamente para os pubs da rede britânica JD Wetherspoon e depois foi vendida em mais de 2000 bares na terra da rainha Elisabeth. O estilo Pale Ale, um clássico da cervejaria inglesa, recebeu toques de pimenta rosa e um blend de lúpulos norte-americanos e ingleses, em uma bebida com 5% de teor alcoólico.

Pães de fermentação natural

O drive thru cervejeiro Pega & Vaza também tem espaço para a comida. A parte gastronômica do evento trará o Pão baguete da Fábrika Pães (R$ 10). Ele é feito com 10% de farinha integral e 90% da branca, mais água, sal e fermento natural Levain. Tem toques de Linguiça Blumenau na receita e passa por 15 horas e fermentação natural.

Growler Day Pega & Vaza da Bodebrown

Data e horário: quinta e sexta-feira (20 e 21/8), das 14h às 19h, e no sábado (15/8), das 10h às 16h.

Endereço: Bodebrown – Rua Carlos de Laet, 1015 – Hauer, Curitiba – PR

Informações: (41) 3082-6354 | www.loja.bodebrown.com.br